A compaixão é que sustenta o mundo, não o processo económico – Palestra: Conselhos Budistas para Tempos Difíceis | Lama Padma Samten

Publicado em Atualizado em

Nós acreditamos que o processo económico é a base do mundo, mas não é. A base do mundo é nossa capacidade de nos interessarmos uns pelos outros. Isso é o que faz as coisas se ampliarem e melhorarem, isso é o que sustenta as coisas.

Sua Santidade o Dalai Lama diz que cada um de nós foi sustentado sem nenhuma expectativa de retorno. Nós fomos cuidados, isso não é uma atividade económica. Quando as coisas afundam, surgem catástrofes e grandes dificuldades, como é que resolvemos? Surgem muitos voluntários, as pessoas se auto-organizam e fazem tudo melhorar. Isso é o que sustenta o funcionamento do mundo.

Quando os pais e mães não conseguem cuidar de seus filhos, aparece alguém para cuidar. Quando não aparece, surgem obstáculos — e esse é um outro ponto muito importante. Por exemplo, eu considero uma incompreensão toda essa violência urbana que estamos vivendo agora. Pensamos que são as pessoas, continuamos com a visão de criminalizar um a um. É como se estivéssemos em uma epidemia, mas tirando cada pessoa doente, sem nos darmos conta de que é uma epidemia. […]

Nós precisamos de mais antropólogos estudando essas populações: o que está acontecendo? Por que tantos jovens estão agindo assim? A noção individual é assim: “Esses jovens não são boas pessoas…” Nós temos o processo económico, que nós chamamos do processo normal, e nós temos as pessoas excluídas do processo económico. Nós estamos tão presos a essa visão que nós acreditamos que a única solução é a inserção no processo económico. Mas o processo económico, como ele se estabelece, não tem lugar para todos e nem é feito para isso. […]

Então nós imaginamos que o mundo vai se equilibrar porque pegamos uma porção de pessoas com visões sectárias que puxam tudo para si. Isso não vai dar certo. O que é o processo económico? Um monte de gente puxando tudo para si. Esse processo não resolve.

Quem estuda a economia do sistema capitalista sabe que existe sempre uma bolsa grande de seres excluídos do processo económico. Mas, na forma em que estamos olhando hoje, os excluídos do processo económico estão excluídos da vida, estão excluídos do mundo, eles não tem lugar, porque o mundo se confunde com o processo económico. E esse é um problema, porque o mundo é alguma coisa muito mais ampla do que o processo económico, mas hoje nós os fundimos. Nós fomos colonizados pela visão económica, então essas pessoas não têm lugar.

 

Conselhos Budistas para Tempos Difíceis


Sobre Lama Padma Samten | Lista de Mestres e Professores

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s